Como Montar um Plano de Aposentadoria

Nem sempre o benefício pago pelo INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) é o suficiente para que as pessoas possam levar uma vida confortável depois de anos como trabalhadores e contribuintes.

Não é difícil encontrarmos senhores e senhoras de idade que vivem com uma renda mínima, e por isso, precisam fazer diversos cortes no orçamento para poder atender às necessidades básicas.

Além disso, se considerarmos a expectativa de vida média do brasileiro, podemos levantar mais um questionamento:

Como um povo que vive mais consegue se sustentar durante mais tempo depois do início da aposentadoria?

Os ganhos são mesmo satisfatórios?

Quando paramos para pensar na atual situação econômica do país, surgem algumas preocupações.

O futuro é definitivamente incerto, porém, com apenas algumas dicas você pode se preparar melhor para o que está por vir.

Giovanna

Se você quer saber mais sobre como montar um bom plano de aposentadoria continue lendo o texto a seguir e aprenda mais sobre o assunto.

Imagine que o INSS é uma seguradora

Ainda que o INSS seja um órgão extremamente útil para situações de anormalidade, como morte ou invalidez, ele não é mais a principal fonte de renda para o aposentado.

Atualmente, os cálculos de aposentadoria são feitos com base na idade, tempo de contribuição e valores dos contribuintes, porém, este sistema deve mudar em breve.

Não conte com o instituto como a única forma de ganhar dinheiro no futuro, talvez a rentabilidade deste “direito” não seja tão boa assim.

Invista em um plano de previdência privada

Neste caso, o trabalhador usa do próprio dinheiro para se bancar no futuro.

Esta opção é boa para aqueles que não conseguem juntar dinheiro mensalmente por qualquer razão que seja.

Além disso, existem diversas pequenas particularidades desta modalidade que favorecem aqueles que pretendem usufruir dos frutos dos próprios anos de contribuição.

Conheça novas formas de investimento

Apesar do plano de previdência privada seja uma “solução” para as imperfeições do INSS, ele não é a única opção para quem quer garantir ainda mais tranquilidade quando parar de exercer determinado ofício.

Tipos de investimentos interessantes para quem planeja uma aposentadoria saudável:

  • Tesouro Direto;
  • Fundo imobiliário;
  • CDI;
  • LCI.

O ideal é que cada um invista seu dinheiro de forma particular para garantir rendimentos melhores do que as duas alternativas anteriores.

Ainda que esta modalidade exija um pouco mais de esforço, porque o indivíduo precisa aprender um pouco mais sobre o nicho em que ele está colocando sua renda.

As chances de sucesso são maiores que as anteriores.

Aplique seu dinheiro no mercado imobiliário

Os imóveis, querendo ou não, são uma forma de investimento mais segura.

Você pode conseguir muitos recursos para complementar a sua renda alugando um apartamento próprio, por exemplo.

Este tipo de atividade é muito comum no país e dão mais estabilidade para quem está preocupado com o que está por vir.

Geralmente, indicamos que as aplicações de patrimônio nesta categoria girem em torno de 25% a 30%, mas este número pode variar conforme o perfil do empreendedor.

Se você precisar de ajuda para começar a conhecer este setor, entre em contato com um profissional especializado.

Ele vai ser um grande adianto na sua condição.

Agora que você já sabe mais sobre o tema ficou mais fácil de se organizar e criar um projeto básico que garanta seu futuro.


Lembre-se de que em alguns casos, é melhor precaver do que remediar.


Qualidade de vida também é importante para pessoas mais velhas.

Se você gostou do artigo, compartilhe com seus colegas, amigos e família.

Eles também podem aproveitar o conteúdo e saber mais sobre aposentadoria.

0

Carregando…

Rolar para cima